23º Seminário Internacional de Café de Santos acontece em maio
Previsão do Tempo
close
Previsão do Tempo
23º Seminário Internacional de Café de Santos acontece em maio

23º Seminário Internacional de Café de Santos acontece em maio

Exportação do café do Brasil e sua capacidade de produção são temas do evento

2 minutos de leitura

Guarujá sediará o 23º Seminário Internacional de Café de Santos, nos dias 11 e 12 de maio. Será, pois, uma edição histórica do evento que ocorre há 50 anos, com a participação de vários players internacionais.  Dessa forma, o tema desta edição será:  “Café. O quanto o Brasil está preparado?”.

O encontro estimulará, portanto, o debate sobre inovações e a reflexão sobre temas da atualidade. Além disso, perspectivas e desafios sobre assuntos relevantes ao setor. Como, por exemplo, governança socioambiental, agricultura regenerativa, impacto do clima e desafios de logística.

A ACS – Associação Comercial de Santos é a entidade que promove o evento. Desde a primeira edição acerta ao colocar a região portuária de Santos no contexto internacional para receber os principais players do setor.

Para o evento são esperados empresários, parceiros e investidores da área, de diferentes lugares do mundo. Assim, eles terão a melhor oportunidade de firmar parcerias, negócios e contatos promissores.

Entre os eixos temáticos centrais do Seminário estão as questões climáticas, as inovações em logística bem como as demandas sustentáveis do setor.

Top 5 importadores do nosso café

Em 2021, os cinco principais destinos das exportações dos Cafés do Brasil foram: os Estados Unidos (5,67 milhões de sacas de café), o que corresponde a 19,1% do total vendido no período. Em segundo a Alemanha, com 5 milhões de sacas importadas (16,8%). Depois, a Bélgica e Itália, que juntas ocupam o terceiro, com 2 milhões de sacas (6,8%). Bem como Japão, que aparece na quarta colocação, com 1,8 milhão de sacas (6,3%).

Cafés do Brasil em números

De acordo com o CECAFÉ , em 2021, entre o período de janeiro a setembro, a receita cambial gerada pela exportação dos cafés brasileiros foi de US $4,17 bilhões.

Segundo a Embrapa, o café arábica teve participação de 80,1% nas exportações do atual ano civil, com 23,8 milhões de sacas. O café conilon foi responsável por 10,1% do volume exportado ao atingir 3 milhões de sacas. Com 2,9 milhões de sacas, o café solúvel correspondeu a 9,7% dos embarques. Enquanto o café torrado e moído teve o equivalente a 32,6 mil sacas exportadas, 0,1%,” relata a matéria.

Serviço

XXIII Seminário Internacional de Café de Santos

Dias 11 e 12 de Maio

Onde: Sofitel Guarujá Jequitimar -Av. Marjory da Silva Prado, 1100 – Balneário Praia do Pernambuco, Guarujá — SP