Aumenta a estimativa para consumo global de café, segundo OIC - hubdocafe.com.br
Previsão do Tempo
close
Previsão do Tempo
Aumenta a estimativa para consumo global de café, segundo OIC

Aumenta a estimativa para consumo global de café, segundo OIC

Em 2020/21, consumo de acordo com a Organização deve atingir 167,584 milhões de sacas, com alta anual de 1,9%

< 1 minuto de leitura

Matéria produzida pela Agência Safras e publicada pelo site Canal Rural aponta que a produção global de café no ano-safra 2020/21 (outubro-setembro) deve totalizar 169,604 milhões de sacas de 60 quilos, alta de 0,4% na comparação com 2019/20 (168,942 milhões de sacas). O número foi divulgado pela Organização Internacional do  Café, no dia 04 de junho, em relatório mensal de acompanhamento do mercado. No mês de maio, a estimativa de produção era de 169,633 milhões de sacas, ainda segundo a OIC.

A reportagem ainda mostra que a produção mundial de café arábica deve atingir 99,245 milhões de sacas em 2020/21 (+2,3%), ante as 99,423  milhões de sacas apontadas em maio. Já a safra de robusta deve cair 2,1%, totalizando 70,360 milhões de sacas, contra as 70,211 milhões de sacas estimadas em maio.

Consumo Global

A OIC ainda aponta em seu relatório que o consumo global de café em 2020/21atingirá 167,584 milhões de sacas, com alta anual de 1,9%  (164,436 milhões de sacas em 2019/20). Em maio, a estimativa para a demanda global de café em 2020/21 era de 166,346 milhões de sacas.

“Com isso, o mercado global de café terá superávit entre a oferta e a demanda na ordem de 2,019 milhões de sacas em 2020/21, após um excedente de 4,506 milhões de sacas observado em 2019/20. Em maio, a OIC estava apontando um excedente de 3,286 milhões de sacas”, segue a reportagem.

A revisão nos números de consumo para 2020/21, segundo a OIC, é justificada pelo alívio nas medidas de restrição em alguns países adotadas para combater a pandemia de Covid-19 e as subsequentes perspectivas de recuperação na economia. Os consumidores estão ganhando confiança, levando a uma tendência positiva para a demanda global de café.