Café meia hora antes do exercício aumenta a queima de gordura
Previsão do Tempo
close
Previsão do Tempo
Café meia hora antes do exercício aumenta a queima de gordura

Café meia hora antes do exercício aumenta a queima de gordura

Especialistas e estudo indicam que o consumo de uma xícara da bebida já é o suficiente para ajudar neste processo

2 minutos de leitura

O hábito de tomar café meia hora antes do exercício aumenta a queima de gordura, segundo especialistas e estudos sobre como a cafeína age no corpo durante a prática de atividades físicas.

De acordo com publicação no Globo Esporte.com, a informação consta no estudo publicado pelo Journal of the International Society of Sports Nutrition, que foi realizado por pesquisadores do Departamento de Fisiologia da Universidade de Granada (UGR), Espanha. Além disso, os pesquisadores descobriram que, quando o exercício físico é realizado à tarde, os efeitos da cafeína são mais marcantes do que pela manhã.  

Os especialistas indicam que beber uma xícara de café forte meia hora antes dos exercícios, já é o suficiente para acelerar o metabolismo e aumentar a taxa de queima de gordura durante o período de atividade física.

O estudo

No estudo, os pesquisadores demonstraram que a cafeína (cerca de 3 mg/kg, o que equivale a um café forte) presente nos grãos de café, quando ingerida meia hora antes do exercício aeróbico, aumenta significativamente a taxa de queima de gordura. Eles também descobriram que se o exercício for realizado à tarde, os efeitos da cafeína são mais marcantes do que pela manhã, mas alguma queima acontece independentemente do horário do dia. 

Quando foi comparado tomar o café entre 8h00 e 11h00 (manhã) e entre 17h00 e 20h00 (tarde/noite), o período da tarde apresentou mais resultado sobre a performance no exercício e a queima da gordura. Vale ressaltar que esse resultado se deu em homens ativos que não possuem consumo de cafeína elevado no dia e levando em conta a prática de exercícios aeróbicos moderados.

O estudo visa investigar a eficácia desse tratamento sobre o desempenho aeróbio em diferentes horários do dia, tendo em vista que a capacidade aeróbia pode ser influenciada por variações circadianas devido a alguns fatores, como o aumento da temperatura do core e variações hormonais, como a liberação de catecolamina, que atinge um pico ao fim da tarde e início da noite (17h00 as 20h00). Desta forma, a efetividade de cafeína em melhorar a capacidade aeróbia não foi diferente quando comparado o esforço realizado de manhã ou no fim da tarde. No entanto, quando o esforço foi realizado no período da tarde com a ingestão da cafeína, houve um aumento significativamente maior da capacidade de oxidação de gordura em comparação ao esforço realizado no período da manhã.

Como o café age no corpo

A cafeína, é uma substância presente no café, capaz de afetar diversos sistemas do nosso organismo por meio de efeitos como:

  • Aumento na liberação de epinefrina, hormônio que pode contribuir com o aumento da frequência cardíaca e na liberação de substrato energético para o tecido muscular;
  • Ação no sistema nervoso central, bloqueando receptores de adenosina (neurotransmissor relacionado ao aumento da percepção de esforço) e estimulando a produção de acetilcolina e dopamina, que diminuem a percepção de esforço e, consequentemente, a fadiga muscular;
  • Maior recrutamento de unidades motoras, facilitando o processo contrátil;
  • Aumento da disponibilidade de oxigênio para o tecido muscular, o que pode facilitar a utilização de gordura como substrato energético e elevar a capacidade aeróbia em um esforço físico máximo.
  • Estímulo ao sistema nervoso central, à diurese (eliminação de urina), à lipólise (quebra de gordura) e à secreção de ácido gástrico (responsável pela gastrite).