Cecafé debate gargalos logísticos e gestão dos portos do Sudeste
close
Cecafé debate gargalos logísticos e gestão dos portos do Sudeste

Cecafé debate gargalos logísticos e gestão dos portos do Sudeste

Entidade expôs preocupação dos exportadores de café com entraves internos e externos na logística devido a frequentes cancelamentos de bookings e aumento de custos

< 1 minuto de leitura

O Conselho dos Exportadores de Café do Brasil – Cecafé apresentou, em evento, o desempenho das exportações brasileiras.

As crescentes preocupações logísticas nos âmbitos interno e externo também foram pontos de atenção.

O diretor geral Marcos Matos ressaltou a importância da diversificação de modais de transporte e a necessidade de adequar as estruturas portuárias.

Isto ampliaria a capacidade na movimentação de cargas nos portos para o escoamento dos elevados volumes exportados pelo agronegócio brasileiro.

Matos disse que assim como o café, as exportações do agro demandam um replanejamento portuário.

Para ele é preciso melhorar os arranjos logísticos, otimizar os processos e elevar a eficiência. Além disso, aumentar a capacidade e, principalmente, reduzir os custos operacionais para garantir competitividade ao setor.

Ele também destacou os gargalos logísticos devido aos frequentes cancelamentos de bookings, à menor oferta de contêineres e aos desafios do aumento dos preços dos fretes internacionais no cenário de reabertura das economias.

Para ele, diversos portos no mundo, principalmente nos Estados Unidos e na Ásia, operam com suas capacidades máximas, resultando, porém, em desbalanços no comércio global.

Acesse aqui a notícia completa divulgada pelo Cecafé.