Com aumento da produção de café, Peru terá novos concorrentes
Previsão do Tempo
close
Previsão do Tempo
Com aumento da produção de café, Peru terá novos concorrentes

Com aumento da produção de café, Peru terá novos concorrentes

De acordo com analista, padrões de consumo estão mudando, com a consolidação de uma cultura de consumo de café torrado e moído

2 minutos de leitura

Segundo avaliação do analista sênior do departamento de pesquisa e análise setorial do Rabobank Brasil, Guilherme Morya, o Peru está diante de um bom caminho para crescer na produção de café, apesar dos grandes desafios. Em apresentação realizada durante um evento, o especialista ainda afirmou que o país está com boas oportunidades no mercado externo  e competirá com mercados como Honduras e Colômbia.

Produção de café no Peru

Morya disse que o Peru é um importante player e líder no segmento de cafés leves lavados. Já Brasil e Vietnã continuam sendo os principais players do mercado em volume, ambos representando 54% da produção mundial. O Peru chegou ao quinto lugar em 2006, hoje é o décimo e foi substituído pelo México. Apesar da concentração e das tendências, o Peru permanece.

Ainda no evento, o especialista comentou que o crescimento da produção de café foi notório, em ambas as variedades: Arábica e Robusta.  Segundo ele, as exportações peruanas vão bem, depois do Brasil e da Colômbia, ocupando assim o terceiro lugar. A qualidade do café é um fator decisivo para ganhar competitividade e atender as exigências do consumidor.

Consumo de café

Os peruanos consomem principalmente café solúvel (instantâneo), representando 75% do consumo nacional total de café. No entanto, os padrões de consumo do país estão mudando com a consolidação de uma cultura de consumo de café torrado e moído.

Os jovens consumidores urbanos também estão tomando mais café. Os níveis de consumo já atingem o patamar de um quilo per capita neste grupo demográfico, de acordo com a Câmara Peruana do Café e Cacau.

A câmera especifica que o consumo doméstico de café ainda representa apenas cerca de 10% da produção total, mas tende a aumentar.

O consumo mundial de café está aumentando, mas ainda permanece 1,2% abaixo da produção mundial. No entanto, a Organização Internacional do Café não descarta que o consumo mundial superará a produção no próximo ano.

Confira esta reportagem completa publicada pelo site Peru 21, clicando aqui.