Conheça os critérios para eleger um café especial
close
Conheça os critérios para eleger um café especial

Conheça os critérios para eleger um café especial

Programa Especialíssimo definirá os melhores cafés da safra 2021 da Cooxupé neste final de semana; veja os requisitos

2 minutos de leitura

Os cafés especiais conquistaram de vez no gosto dos brasileiros. Mas, para alcançar esse título no mercado, o produto passa por rígidos processos de avaliação. Ou seja, o mercado adota critérios do café especial.

Neste final de semana, um dos principais programas da área, o Especialíssimo da Cooxupé, vai eleger o melhor café de Minas Gerais e São Paulo. Conheça, a seguir, como é feita essa avaliação e quais são os critérios para eleger um café especial.

Em primeiro lugar, para participar do programa, é preciso ser produtor cooperado.

Critérios do café especial

Assim, os cooperados devem considerar as amostras reais de depósito. Além de seguirem critérios como:

  • A princípio, quantidade mínima de 10 sacas por lote;
  • Estar com o Cadastro Ambiental Rural (CAR) atualizado nos órgãos competentes e na Cooxupé (de todas as propriedades cadastradas na Cooxupé);
  • Bem como ter fidelidade mínima de 80% na cooperativa (no ano vigente). Para os casos em que a movimentação é em grupo, será considerada a fidelidade do grupo;
  • Possuir boas práticas na produção e colheita, com no mínimo de 75% de resultado obtido no questionário de Diagnóstico de Sustentabilidade do Cooperado;
  • Por fim, outros critérios exclusivos do programa são que o produtor não pode fazer parte da Diretoria ou ser colaborador da Cooxupé.

Avaliação

Depois, para avaliar os cafés inscritos e que atenderam a todos os critérios descritos acima, o Especialíssimo promove provas cegas das bebidas.

Dessa forma, os jurados, especialistas na área, analisaram atributos do café, como:

  • Acidez;
  • Doçura;
  • Corpo;
  • Balanço;
  • Retro Gosto;
  • Aromas (como, por exemplo, frutados, enzimáticos, caramelados; florais)

Especialíssimo 2021

Os 50 lotes selecionados de cafés dos cooperados para a premiação apresentaram índice de qualidade acima de 83 pontos.

A equipe de provadores do prêmio é formada por profissionais da Cooxupé e da SMC Specialty Coffees.

Eles são liderados pelo professor da Universidade Federal de Lavras Flávio Borém, docente com larga experiência no nicho de cafés especiais.