Conheça os principais métodos de preparo do café
Previsão do Tempo
close
Previsão do Tempo
Conheça os principais métodos de preparo do café

Conheça os principais métodos de preparo do café

As diferentes formas de consumir o cafezinho podem trazer dúvidas para os consumidores. Confira aqui como a bebida pode ser preparada

3 minutos de leitura

Já esteve em uma cafeteria que oferecia diferentes formas de preparo do café e ficou na dúvida em qual escolher?

Ou já pensou em variar o cafezinho do dia a dia em casa escolhendo,pois, um método diferente de preparo?

Existem várias as formas de extrair o precioso líquido negro que o brasileiro tanto ama. Assim, cada uma delas confere sabores e aromas diferentes, com influência, claro do tipo de grão, torra e moagem do café escolhido.

Conheça os principais métodos de preparo do café. Experimente todos e escolha o seu preferido:

Coado

No Brasil, é a forma mais popular de se fazer o café do cotidiano, utilizando filtros de papel bem como de pano.

Assim, neste método, a pessoa coloca o pó no filtro e joga água quente para extrair a bebida através de infusão.

A moagem do pó mais indicada para uso neste método é a fina, pois permite que a água passe com mais facilidade pelas partículas de café. É uma forma bem simples e rápida de preparar o cafezinho.

Ao utilizar o coador de pano, vale ressaltar que é importante se atentar à higienização. isto porque para não ocorrer interferência no sabor da bebida final.

Outro alerta, no entanto, é para a temperatura da água, ela não pode ser fervente, tem que estar a até cerca de 98 graus.

Cafeteira Italiana ou Moka

Método de extração do café através de pressão. Ou seja, dá origem a uma bebida mais forte e encorpada. Assim, é bastante popular na Europa.

A torra do pó utilizado deve ser de média a grossa. A cafeteira é formada por três compartimentos: a base, o dispenser do pó e a parte superior com filtro.

Assim, para fazer basta colocar água no compartimento inferior, adicionar o pó no dipenser e colocar no fogo brando, esperando a pressão aumentar para a bebida subir.

Por outro lado, o cuidado tem que ser grande para evitar o excesso de temperatura, o que queima a bebida.

Hario V60 – método japonês

Lembra o método coado tradicional. A Hario é uma empresa do Japão que existe desde 1921.

O filtro Hario V60 tem uma base feita de vidro, cerâmica bem como de cobre. Assim, o formato de cone, as linhas em espiral e cônicas, com buracos mais largos, fazem com que o fluxo da água até a xícara seja mais uniforme e rápido, gerando uma bebida sem resíduos.

O método, pois, é o mesmo do coado tradicional. Jogar água na temperatura adequada sobre o pó, que deve ter uma moagem média, com textura parecida com açúcar cristal e ser, preferencialmente, 100% arábica.

Prensa Francesa

Seu funcionamento é sob pressão. Uma extração manual, em que é necessário pressionar um êmbolo pra extrair a bebida.

No lugar do filtro de papel é utilizada uma tela ultrafina. Esse método deixa o café mais forte, encorpado e mais ácido.

A moagem indicada neste caso é a mais grossa. Colocar o pó em seu interior. Ao adicionar a água quente é necessário mexer, deixar um tempo em infusão e pressionar o êmbolo para separar a borra do líquido.

Aeropress

Outro método que funciona com infusão, como a prensa francesa.

É preciso encaixar o filtro na primeira câmara, colocar o pó de café no equipamento, adicionar água, misturar, esperar a infusão por alguns minutos e depois virar e pressionar como uma seringa para separar a borra do líquido.

Neste método, diferentes moagens podem ser utilizadas.

Chemex

Trata-se de um método muito simples, que tem em seu design um ponto alto: feita em vidro, nessa cafeteira jarra e porta filtro formam uma ampulheta.

É um café coado, de filtragem diferenciada (tripla, com filtro mais denso, extrai um café sem resíduos) que se prepara de maneira tradicional: escalda-se o filtro, coloca o pó e adiciona água na temperatura adequada.