Consumo de café diminui risco de desenvolver câncer de próstata
Previsão do Tempo
close
Previsão do Tempo
Consumo de café diminui risco de desenvolver câncer de próstata

Consumo de café diminui risco de desenvolver câncer de próstata

Os dados do estudo realizado por pesquisadores da China Medical University, na China, indicam que cada xícara adicional diária de café reduziu o risco de câncer em 1%

2 minutos de leitura

O consumo de café diminui o risco de desenvolver câncer de próstata, segundo pesquisadores da China Medical University, na China. Os dados do estudo indicam que o consumo de cada xícara adicional diária de café reduziu o risco da doença em 1%.

Conforme publicação no Boa Saúde, do Portal Terra, os pesquisadores analisaram dados de 16 estudos, sete conduzidos na América do Norte, sete na Europa e dois no Japão.

Coletivamente, os estudos incluíram mais de 1 milhão de participantes adultos do sexo masculino, quase 58.000 dos quais desenvolveram câncer de próstata. 

A revista médica BMJ Open divulgou o resultado integral do estudo em seu site. A publicação se dedica a publicar pesquisas médicas de todas as disciplinas e áreas terapêuticas.

O câncer de próstata é o segundo tipo de câncer mais frequentemente diagnosticado e a sexta principal causa de morte por câncer em homens.

Café diminui risco? Pesquisa responde:

Ainda de acordo com a publicação, entre os estudos, 15 compararam o risco de câncer de próstata entre aqueles que consumiram grandes quantidades de café com aqueles que beberam menos. Enquanto 13 relataram o risco associado à ingestão de xícara diária adicional.

Como resultado, o nível mais alto de consumo de café variou de duas a nove ou mais xícaras por dia. Já o nível mais baixo variou de nenhuma a menos de duas xícaras por dia.

Um alto nível de consumo de café diminuiu o risco de câncer de próstata em 9% em comparação com o consumo de baixo nível. Ou seja, com cada xícara diária adicional reduzindo ainda mais o risco em 1%.

A maior ingestão de café foi associada a um risco 7% menor de câncer de próstata localizado. Isso em comparação com o nível mais baixo de consumo, e a um risco 12% a 16% menor de câncer de próstata avançado e fatal.

Efeitos biológicos

Segundo os pesquisadores, existem explicações biológicas plausíveis para suas descobertas. Pois o café melhora o metabolismo da glicose, tem efeitos anti-inflamatórios e antioxidantes e afeta os níveis de hormônios sexuais. Esses hormônios podem influenciar o desenvolvimento e a progressão do câncer de próstata.

A reportagem cita, ainda, que os autores pedem cautela na interpretação dos resultados. Pois ressaltam que, apesar dos resultados animadores, o desenho e os métodos dos estudos incluídos variaram.

Os pesquisadores também aconselham cuidado na hora de colocar todas as expectativas no café.

Por outro lado, ressaltam que aqueles que sofrem com este tipo de câncer estão liberados para tomar o seu café tranquilamente.