Cooperado conta como conquistou o 1º lugar no 31º Prêmio Ernesto Illy
Previsão do Tempo
close
Previsão do Tempo
Cooperado conta como conquistou o 1º lugar no 31º Prêmio Ernesto Illy

Cooperado conta como conquistou o 1º lugar no 31º Prêmio Ernesto Illy

De vice para campeão, Luiz Miguel Costa Rocha conquistou principal título na categoria regional São Paulo

2 minutos de leitura

Na noite de 05 de maio, o cooperado da Cooxupé, Luiz Miguel Costa Rocha, recebeu uma boa notícia. Ele conquistou 1º lugar no 31º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso, pela categoria Regional São Paulo.  

Além dele, ainda pela mesma categoria, o cooperado Luiz Antonio Poli Filho, de Caconde, foi classificado como vice. 

Do segundo para o 1º lugar

Em 2021, Luiz Miguel conquistou o segundo lugar no Prêmio Illy pela Categoria Regional São Paulo.

Assim, a continuidade no trabalho, capricho e na dedicação trouxe para o produtor e a todos da Fazenda Pedra Branca a comemoração pelo título de campeão na mesma categoria. Além disso, ele se classificou em 4º lugar na etapa Nacional. 

A fazenda Pedra Branca está situada em Tapiratiba (SP) e atendida pelo Núcleo de Caconde da Cooxupé

Cooperado Luiz Miguel com a sua neta Ana Teresa. Ela adora brincar no terreiro de café em busca de “felipe”

De acordo com Luiz Miguel, a satisfação é muito grande por sair da segunda colocação e ser o vencedor da edição de 2022. Dessa forma, o cooperado conta que fez nada de diferente, mas que todos da fazenda deram continuidade no trabalho que vem sendo desenvolvido na propriedade nos últimos anos.

“Estamos muito orgulhosos por estarmos entre os 40 finalistas da Illy, além de honrados por termos conquistado o 1º lugar de São Paulo e estarmos, pois, na quarta colocação da categoria Nacional. A sensação é de dever cumprido”, afirma.

Próximos passos

O cooperado agradece a família Pedra Branca, bem como seus familiares. “Pois, ano a ano reforçamos o nosso trabalho com a renovação das lavouras, os cuidados diferenciados com a sustentabilidade, preservação e com a produção de qualidade. Esses têm sido nossos compromissos. Também acho que o cuidado com o pós-colheita é de suma importância e requer atenção especial para que não prejudiquemos a qualidade do café”, conta Luiz Miguel. 

O cooperado diz que os próximos passos são continuar com o trabalho. “Daremos continuidade com o que estamos fazendo na propriedade, adotando procedimentos de sustentabilidade e de preservação, o que nos trazem qualidade diferenciada na produção do nosso café. Fazendo tudo certinho, não há como os resultados não aparecerem. Se está dando certo continuaremos nossos esforços para fazermos mais e melhor”, destaca o campeão. 

Por fim, a categoria regional avaliou 10 regiões. No caso, a premiação ocorreu em sete: Cerrado Mineiro, Região Centro-Oeste, Chapada de Minas, Matas de Minas, Sul de Minas, São Paulo e Região Sul.