Cooperativismo mineiro registra alta em sua movimentação econômica
Previsão do Tempo
close
Previsão do Tempo
Cooperativismo mineiro movimentou R$ 73,4 bilhões em 2020

Cooperativismo mineiro movimentou R$ 73,4 bilhões em 2020

Os dados estão disponíveis no Anuário de Informações Econômicas e Sociais do Cooperativismo Mineiro lançado pelo Sistema Ocemg

2 minutos de leitura

O cooperativismo mineiro movimentou R$ 73,4 bilhões em 2020, segundo os dados disponíveis no Anuário de Informações Econômicas e Sociais do Cooperativismo Mineiro lançado, em junho de 2020, pelo Sistema Ocemg (Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado de Minas Gerais).

De acordo com publicação no site Revista Cafeicultura, o cooperativismo mineiro prossegue em curva ascendente, registrando alta em sua movimentação pelo sexto ano consecutivo.

Em 2020, as cooperativas com sede em Minas Gerais movimentaram um total de R$ 73,4 bilhões, representando um crescimento de 20,7% em relação 2019, quando foram registrados R$ 60,8 bilhões. Também é destacada a participação do setor no Produto Interno Bruto (PIB) estadual, que ficou em 11%. Em Minas Gerais, 29,5% da população está ligada direta ou indiretamente a uma cooperativa, ou seja, 3 em cada 10 mineiros são cooperativistas.

Os valores ganham ainda mais destaque quando comparados com o PIB de Minas Gerais e do Brasil. No mesmo período, a economia no Estado teve queda de 3,9%, enquanto o Brasil obteve um decréscimo do PIB de 4,1%, de acordo com dados da Fundação João Pinheiro (FJP) e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), respectivamente.

Setores que mais movimentaram a economia

De acordo com o Anuário, conforme reportagem da Revista Cafeicultura, os setores de crédito, agropecuário e saúde foram responsáveis pela maior parte da movimentação de renda em Minas Gerais juntos, eles movimentaram mais de R$ 71,4 bilhões, o que representa 97,27% dos R$ 73,4 bilhões.

O ramo Crédito registrou uma movimentação econômica de R$ 33,56 bilhões, apresentando um crescimento de 34,1% em relação a 2019. Foi seguido pelo ramo Agropecuário, que movimentou 26,87 bilhões, o que representa um crescimento de 15,7% em relação ao ano anterior.

Agronegócio

Em 2020, as cooperativas agropecuárias foram responsáveis por 17,8% do PIB do agronegócio mineiro. Minas Gerais é o maior produtor nacional de café e leite, respondendo por 54,9% e 27,2% da produção nacional, respectivamente. As cooperativas mineiras são responsáveis por 56,8% de toda a produção de café e por 19,1% de todo o leite do Estado em 2020.

Além de terem importante participação no mercado interno, as cooperativas mineiras também exercem um relevante papel nas exportações, com mais de 369,4 mil toneladas de café; mais de 1,1 mil toneladas de carne suína; mais de 333 toneladas de algodão; mais de 8,1 toneladas de própolis; mais de 2,8 mil litros de bebida láctea; e mais de 19,6 mil litros de leite condensado, entre outros produtos.

O Anuário de Informações Econômicas e Sociais do Cooperativismo Mineiro é uma publicação anual do Sistema Ocemg, o conteúdo completo do pode ser acessado clicando aqui.