Cooxupé e cooperativismo transformam vidas de produtores
Previsão do Tempo
close
Previsão do Tempo
Cooperativismo transforma vidas de produtores

Cooperativismo transforma vidas de produtores

Cooxupé representa mais de 16 mil famílias cafeicultoras, abrindo oportunidades de crescimento na atividade e de maior competição no mercado

2 minutos de leitura

Fazer parte de uma cooperativa amplia as possibilidades das famílias produtoras, sejam elas de pequeno, médio ou grande porte. O acesso à infraestrutura, serviços e produtos fortalece o vínculo e a relação entre eles cultivados por confiança e união, refletindo em maior resultado e competitividade ao associado, bem como participação no dinâmico mercado cafeeiro. Tudo isso é ainda mais abrangente, quando a cooperativa é de grande porte como a Cooxupé, que atualmente é composta por mais de 16 mil cooperados que produzem café arábica nas regiões do Sul e Cerrado de Minas Gerais e da média mogiana do estado de São Paulo.

Cooxupé e Cooperados

A produtora Elvira Alice de Souza Ribeiro Terra, de Alfenas (MG), que é cooperada há 19 anos, afirma que as ações da Cooxupé representam um grande apoio. “É uma troca recíproca, uma via de mão dupla por meio de toda estrutura, orientações e apoio para a produção e comercialização. A cooperativa é como uma segunda casa, uma segunda família”, considera.

O cafeicultor Marcelo Jorge Romero, de Araguari (MG), que é associado há 10 anos, também demonstra satisfação com a estrutura da cooperativa. “A oferta de insumos e maquinários é excelente, com bons prazos de pagamento. Assim, como a relação do recebimento do café que conta com uma equipe bem dedicada”, diz.

armazenamento cafe
Cooperativa: serviços e estrutura para cooperados

A cooperativa de café

Atualmente, 80% das atividades da Cooxupé são voltadas para as exportações, englobando 50 países. Assim, os cooperados, a maioria mini e pequenos produtores, também têm acesso às boas oportunidades junto ao mercado, sendo representados pela cooperativa.

“Estamos há quase 90 anos trabalhando em nome do cooperativismo regional e há mais de 60 com as atividades do café. A união e a confiança marcam o relacionamento entre Cooxupé e cooperados, permitindo uma trajetória de crescimento para todos. Nossos cooperados têm a consciência de que a cooperativa é deles e juntos nossos trabalho ganha força tanto em tempos bons quanto em momentos mais cautelosos”, destaca o vice-presidente Osvaldo Bachião Filho.

 O diretor executivo ainda pontua que “nossas ações estão sempre voltadas para os nossos associados, apoiando-os integralmente, de modo que todos cresçam e sejam cada vez mais competitivos frente ao mercado, seja o de commodity ou o de cafés especiais”, acrescenta Bachião Filho. 

A cooperativa mantém investimentos permanentes para a modernização de sua estrutura que, atualmente, inclui armazenagem para mais de 6 milhões de sacas de café; laboratórios de controle de qualidade e análise de folha e solo; um Centro próprio de Distribuição e cinco unidades industriais responsáveis, incluindo o Complexo Industrial Japy, empreendimento inovador que revolucionou a logística da cadeia produtiva do café e que conferiu à Cooxupé o pioneirismo da granelização. Atualmente, os cooperados entregam seus cafés a granel, benefício que trouxe mais competitividade, economia e qualidade de vida dentro e fora das lavouras.

cafe granel
Cooxupé revolucionou logística cafeeira com o recebimento de café a granel