Cooxupé divulga resultados de recebimento e embarques em 2021
Previsão do Tempo
close
Previsão do Tempo
Cooxupé divulga resultados de recebimento e embarques em 2021  

Cooxupé divulga resultados de recebimento e embarques em 2021  

Cooperativa destaca que ano passado trouxe desafios, mas participação do cooperado fortaleceu resultados

< 1 minuto de leitura

O balanço do recebimento e embarques de café da Cooxupé ficou dentro do esperado, de acordo com a cooperativa mineira.

Assim, o resultado foi favorável mesmo diante de vários desafios enfrentados ao longo do ano passado.

Isto porque clima (altas temperaturas, falta de chuva e até mesmo geada) e problemas na logística marítima estão entre os transtornos de 2021.

Recebimento e embarques

No entanto, a fiel participação do cooperado junto à Cooxupé refletiu positivamente nas expectativas quanto ao recebimento.

Somente dos produtores associados, a cooperativa recebeu 4,5 milhões de sacas de café verde, do tipo arábica. Já o recebimento total, que inclui terceiros, foi de 5,6 milhões de sacas.

Os embarques representaram tanto para o mercado interno quanto para o externo o envio de 6,037 milhões de sacas. Das quais 4,9 mi foram para as exportações diretas, atendendo clientes em 50 países.

Os resultados também estão dentro do esperado, após uma revisão das metas. O presidente da cooperativa, Carlos Augusto R. de Melo, aponta a crise logística e de contêineres. Dessa forma, impactando os embarques de produtos mundialmente devido à pandemia da COVID-19.

“É muito importante, pois, destacar que a cooperativa supera desafios e alcança resultados ao contar com a fidelidade e confiança dos cooperados”, frisa.

De acordo com ele, os resultados acontecem, pois os produtores entenderam o negócio de café. E que o funcionamento pleno de uma cooperativa depende muito de união.

“Assim, a participação deles aumenta e reflete positivamente no todo. Parabéns aos nossos produtores e nossa equipe de colaboradores, que não mede esforço para prestar um ótimo serviço aos cooperados e ao mercado”, conclui Melo.