Cooxupé registra faturamento recorde de R$ 5 bilhões
Previsão do Tempo
close
Previsão do Tempo
Cooxupé registra faturamento recorde de R$ 5 bilhões

Cooxupé registra faturamento recorde de R$ 5 bilhões

O balanço da cooperativa, com sede em Guaxupé (MG), aponta a comercialização de 5,9 milhões de sacas de café em 2020, sendo 4,9 milhões exportadas para 50 países em 5 continentes

2 minutos de leitura

A Cooxupé (Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé) registrou um faturamento recorde de R$ 5.030 bilhões, segundo o balanço de 2020. No ano passado, a cooperativa, que possui sede em Guaxupé (MG) recebeu 8,1 milhões de sacas de café e comercializou 5,9 milhões de sacas de café destinadas para o Brasil e para o mercado internacional, sendo 4,9 milhões exportadas para 50 países em 5 continentes.

De acordo com o balanço, a SMC Specialty Coffees, empresa controlada pela Cooxupé com atuação no mercado de cafés finos e especiais, exportou 95.650 sacas para países como Alemanha, Coreia do Sul, Itália e Japão.

Já a Torrefação, que produz linhas de cafés torrado e moído, em grãos para espresso e de cappuccino, destinados para o mercado interno, registrou a produção de 11.9 milhões de quilos, representando um processamento de 243.652 sacas de café.

Em 2020, a produção dos cooperados foi de 10,99 milhões de sacas de café arábica na área de atuação da Cooxupé que compreende Sul de Minas, cerrado mineiro e média mogiana do estado de São Paulo. Entre os cafeicultores associados, 96% representam a agricultura familiar, sendo mini e pequeno produtores.

O recebimento de café da Cooxupé no ano passado, de acordo com a CONAB, o volume recebido pela cooperativa mineira representou 17% da produção nacional de café arábica e 24% da produção deste tipo de café no estado de Minas Gerais.

“A chegada da pandemia trouxe muitas incertezas no cenário global, mas as atividades da Cooxupé foram adaptadas e realizadas com sucesso, nos permitindo alcançar resultados históricos. O funcionamento do Porto de Santos foi fundamental para as exportações. A união e a confiança depositadas pelo nosso cooperado à Cooxupé foram conclusivas para este balanço absolutamente positivo. É o movimento cooperativista mostrando a sua força”, destaca Carlos Augusto Rodrigues de Melo, presidente da Cooxupé.