Braquiária nas entrelinhas do café traz benefícios para cafeicultores
Previsão do Tempo
close
Previsão do Tempo
Embrapa faz pesquisa para uso de braquiária nas entrelinhas do café

Embrapa faz pesquisa para uso de braquiária nas entrelinhas do café

A técnica, que tem baixo custo e fácil implantação, melhora a estrutura do solo, a capacidade de armazenar água e favorece o estoque de carbono

2 minutos de leitura

A Embrapa Café desenvolve uma pesquisa com o uso de braquiária nas entrelinhas do café, que tem baixo custo e fácil implantação, visando melhorar a estrutura do solo e a capacidade de armazenamento de água, além de favorecer o estoque de carbono na camada superficial.

Braquiária no Café

A pesquisa, realizada com participação de cafeicultores, envolve o sistema que utiliza a braquiária decumbens como planta de cobertura nas entrelinhas do cafezal e apresenta resultados importantes para a produção de café, tanto irrigado, quanto de sequeiro, desde que em regiões com oferta hídrica regular.

De acordo com o departamento de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Café, responsável pelo estudo, o objetivo inicial foi buscar uma solução para ajudar o produtor no manejo das principais plantas daninhas que acometem o cafezal, além de melhorar a qualidade do solo.

Manejo simplificado

O método está sendo avaliado em 29 mil hectares de cafezais onde a tecnologia está sendo adotada nos estados da Bahia, Goiás, Espírito Santo, Minas Gerais, São Paulo e Distrito Federal.

Os dados do departamento de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Café verificou que a braquiária decumbens possui características interessantes, como um sistema radicular que, com oferta hídrica regular, aumenta de 18% a 20% a água prontamente disponível no solo para a planta e permite a estocagem de até 10,7 T.ha-1 de carbono orgânico nos primeiros 0,20m do solo.

Outra facilidade apontada pelo estudo é a adaptabilidade às condições locais, arquitetura adequada ao sistema produtivo da cultura, perenidade, facilidade de ressemeadura natural, rusticidade, facilidade de manutenção e resistência à mecanização.

Planejamento e orientação técnica

Para a utilização da técnica é importante a realização de um planejamento por parte do produtor na implantação da braquiária decumbens intercalando as linhas de pés de café e, apesar de fácil implantação, deve-se buscar orientação técnica para fazer o uso correto do sistema.

De acordo com os técnicos da Embrapa Café, o plantio da gramínea deve ser feito na formação e na renovação da lavoura, por meio de podas, permitindo assim a entrada de sol na plantação.

Os resultados positivos identificados pela pesquisa podem ser diferentes por considerar a necessidade do uso de boas práticas agrícolas no processo. No entanto, em média, a avaliação de impacto realizada durante a pesquisa, estimou ganhos médios com o uso da braquiária na entrelinha da lavoura de café com o aumento de produtividade em cinco sacas (60Kg) por hectares (ha) e redução nos custos de produção. Além da tecnologia proporcionar maior uniformidade de maturação e nutrição equilibrada, contribuindo para o aumento médio da peneira e a redução de defeitos, em especial em grãos verdes e ardidos, permitindo agregação de valor ao produto.