Entenda a relação o clima e as características da plantação do café
Previsão do Tempo
close
Previsão do Tempo
Entenda a relação entre o clima e as características da plantação do café

Entenda a relação entre o clima e as características da plantação do café

Apresentação de Luiza Macedo do “Conhecimento Agro” no Comitê de sustentabilidade CNC mostra a influência da seca na fisiologia das plantas

1 minuto de leitura

As condições do clima e as características da plantação do café estão ligadas. Assim como a processos essenciais das plantas, como a fotossíntese.

Para explicar essa relação, a especialista Luiza Macedo, do “Conhecimento Agro”, fez uma apresentação no Comitê sustentável do Conselho Nacional do Café (CNC).

Clima e as característica da plantação de café

A fisiologia vegetal estuda o metabolismo, o crescimento, a reprodução e aspectos da vida dos vegetais.

Assim, a fisiologia vegetal explica ações essenciais das plantas, como a fotossíntese, a nutrição, a respiração, os hormônios e a relação das plantas com a água.

E Luiza Macedo fala a respeito da ação da seca na fisiologia das plantas. Ela explica os processos da planta do café sob tempos de estiagem.

Além disso, traz saídas que ajudam a reduzir impactos causados por esse evento do clima tanto para lavouras que irão ser implantadas quanto para as que já existem.

Impactos

Luiza alerta, inicialmente, para o aquecimento do mundo. Comparado com o século 20, o mundo está com aumento da temperatura de 0,5 ºC a 1ºC, por exemplo.

Por fim, ela também explica a composição do cafeeiro, exploração das raízes, fotossíntese e produtividade.

Assim como fala sobre a necessidade da água em todos os processos da planta. E quais os impactos da seca.

Especialista

A autora é produtora de café no sul de Minas Gerais e Engenheira Agrônoma pela Esalq/USP com o mestrado no Instituto Agronômico de Campinas (IAC) em nutrição e fisiologia do café e agora faz doutorado em produção de café.

Ela é sócia fundadora da empresa Conhecimento Agro, que visa dar mais autonomia para os produtores e ser a ponte entre a pesquisa e o campo com cursos on-line. Capacitar mulheres no café, como vice-diretora de pesquisa da IWCA Brasil.

Confira no link a apresentação de Luiza.