Entidades cafeeiras pedem R$ 1 bilhão ao Mapa após geadas no café
Previsão do Tempo
close
Previsão do Tempo
Entidades cafeeiras pedem R$ 1 bilhão para restaurar cafezais

Entidades cafeeiras pedem R$ 1 bilhão para restaurar cafezais

Pedido feito ao MAPA sinaliza recursos que viriam do Funcafé. Reunião aconteceu com lideranças do setor no dia 03/08

2 minutos de leitura

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) recebeu, no dia 03 de agosto, entidades do setor agropecuário. As lideranças apresentaram uma proposta da reserva de R$ 1 bilhão para ajudar na recuperação das lavouras de café afetadas pelas geadas dos últimos dias.

Assim, os recursos ampliariam a linha de recuperação de cafezais danificados do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé). Isto porque a ideia é que o dinheiro esteja disponível para os cafeicultores no início da safra do grão, em outubro. A informação foi divulgada pelo Canal Rural.

Estiveram presentes na reunião: o presidente da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Márcio Lopes; o presidente do Conselho Nacional do Café (CNC), Silas Brasileiro; e o presidente da Comissão Nacional de Café da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Breno Mesquita. 

Segundo a notícia, a quantia representa aproximadamente 20% do total do Funcafé destinado à safra 2021/22. Atualmente, o valor aprovado para a modalidade de recuperação de cafezais é de R$ 160 milhões. Na visão do presidente da OCB, o valor atual será insuficiente para todos os produtores com perdas, que podem chegar a 25% da área de produção de café do Brasil. 

Ainda na reunião, Márcio Lopes sugeriu ao MAPA a elaboração de um levantamento detalhado da extensão das áreas afetadas, com utilização de tecnologias como drones e satélites, assim como análises de profissionais nos locais de maior dano. Neste sentido, uma empresa seria contratada e contaria com a ajuda da Companhia de Nacional de Abastecimento (Conab). O levantamento seria chancelado pela estatal enquanto que os custos dessa contratação seriam arcados pela Organização das Cooperativas Brasileiras. 

Geadas no Café

Segundo a Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, a pasta ainda não definiu se haverá o remanejamento para a linha de recuperação de cafezais e nem os valores, mas disse que antes de qualquer mudança é necessário ter um levantamento do impacto das geadas. 

Segundo o Canal Rural, caso o Ministério aceite a proposta e o valor de R$ 1 bilhão para a restauração das lavouras é necessário, no entanto, a aprovação do Conselho Monetário Nacional (CMN). O órgão é o responsável por definir as políticas de crédito do governo federal. A próxima reunião do conselho está marcada para o dia 26 de agosto.