Especialíssimo agrega valor ao café e reconhece trabalho no campo
Previsão do Tempo
close
Previsão do Tempo
Especialíssimo agrega valor ao café e reconhece trabalho no campo

Especialíssimo agrega valor ao café e reconhece trabalho no campo

Cooperado da Cooxupé premiado em 2020 conta sobre a experiência de ser reconhecido e a expectativa para este ano do programa, que anuncia resultado neste sábado, 13

2 minutos de leitura

Premiado em 2020 por produzir o melhor café na área de atuação da Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé (Cooxupé), Wilson Vicente Soares diz que o Programa Especialíssimo reconhece o trabalho desenvolvido no campo, além de agregar valor à produção.

“Essa conquista significou muita coisa para mim. Antes de tudo, a gente fica reconhecido, o pessoal vê que a gente faz de tudo para caprichar. O programa agrega valor ao café. Sobretudo a experiência e sabedoria para lidar com esta cultura”, conta.

Cooperado premiado no Especialíssimo

Cooperado da Cooxupé desde 2015, o produtor de café arábica da cidade de Capitólio (MG) também participa da edição deste ano do programa. Assim, ele se diz ansioso pelo resultado, que será divulgado neste sábado, 13.

“Já estou entre os 50 melhores deste ano de 2021. É gostoso demais uma conquista dessa, uma emoção”.

Além disso, o produtor acrescenta que o programa também é uma alavanca para o nome do Brasil no mundo do mercado de café.

“O Brasil sempre foi muito tradicional no café commodity, o chamado café tradicional. Mas, agora, estamos avançando muito nos cafés especiais em relação a outros países”, explica o produtor que vende o café por meio da cooperativa.

Sobre os cuidados para a produção de um café especial, Wilson destaca o trato com a terra e processos de adubação, foliar. Bem como a escolha dos produtos e, também, o mapeamento dos talhões de café e a seleção dos grãos que podem vir a ser cafés especiais.

“São muitos detalhes que vamos descobrindo e aprendendo. Sempre. A cada ano descubro um detalhe que vai agregar valor à minha produção”, diz.

Parceria fundamental

Nesse sentido, a parceria do produtor com a cooperativa é essencial. Tanto com orientações, nos processos de produção, como para a venda dos cafés. Além da avaliação e valorização do produto por meio de programas como o Especialíssimo.

O programa avalia os melhores cafés dos cooperados produzidos no Sul e Cerrado de Minas Gerais e na média mogiana do Estado de São Paulo.  Foi criado desde 2016 pela Cooxupé e SMC Specialty Coffees, mas ranquea e premia os 50 lotes selecionados de 2019 para cá.

A cooperativa revelará neste sábado, 13, a partir das 19h, o campeão deste ano, com transmissão ao vivo pela internet pelo Hub do Café, Youtube da Cooxupé e pelo NotíciasAgrícolas.