Exportações mundiais de cafés somam 9,7 milhões de sacas em outubro
Previsão do Tempo
close
Previsão do Tempo
Exportações mundiais de cafés somam 9,7 milhões de sacas em outubro

Exportações mundiais de cafés somam 9,7 milhões de sacas em outubro

Dados da Organização Internacional do Café (OIC) mostram que América do Sul exportou 4,94 milhões de sacas e Ásia & Oceania 3,13 milhões

2 minutos de leitura

As exportações mundiais de cafés, no mês de outubro de 2021, atingiram um volume físico de 9,68 milhões de sacas de 60kg. A conta inclui os cafés verdes e os industrializados.

Assim, a performance representou uma ligeira queda de 4,4% nas exportações globais. Isso no comparativo com as 10,13 milhões de sacas vendidas pelos produtores aos países importadores, no mesmo mês do ano anterior.

Exportações mundiais de cafés

Desse modo, esse decréscimo registrado no volume total das exportações mundiais de café, no mês de outubro, foi decorrência direta da redução de 9,5% nas exportações do café do tipo arábica. Logo, o volume de exportação de arábica decaiu de 6,76 milhões de sacas para 6,17 milhões de sacas.
E, em contrapartida, de um aumento verificado de 4,4% nas vendas aos países importadores do café robusta, que passou de 3,36 milhões de sacas para 3,51 milhões de sacas de 60kg, na mesma base comparativa.

Relatório sobre mercado de Café

Conforme os dados e registros estatísticos do desempenho da cafeicultura mundial constantes do Relatório sobre mercado de Café – novembro 2021, da Organização Internacional do Café – OIC, a redução mais expressiva nas exportações, no mês de outubro de 2021, foi de 12,34% dos cafés do tipo Naturais Brasileiros.

Os quais computaram apenas 3,62 milhões de sacas vendidas, em comparação com as 4,13 milhões de sacas de 60kg exportadas no mesmo mês do ano anterior.

Nesse sentido, a OIC classifica os cafés da espécie Coffea arábica em três tipos: ‘Naturais Brasileiros’, Suaves Colombianos’ e ‘Outros Suaves’; e, adicionalmente, os cafés da espécie Coffea canefora em ‘Robustas’.

Leia esta análise/divulgação na íntegra na página da Embrapa Café, do Observatório do Café e do Consórcio Pesquisa Café.

Conheça o acervo de publicações da Embrapa Café e baixe os arquivos pelo link. Por fim, as análises e notícias da cafeicultura estão no Observatório do Café.