Lançado Programa Nacional de Capacitação de Técnicos de Campo
Previsão do Tempo
close
Previsão do Tempo
Lançado Programa Nacional de Capacitação de Técnicos de Campo

Lançado Programa Nacional de Capacitação de Técnicos de Campo

Acordo de Cooperação Geral foi assinado durante solenidade de aniversário da Embrapa

2 minutos de leitura

O Sistema CNA/Senar e a Embrapa assinaram um Acordo de Cooperação Geral (ACG) para a criação do Programa Nacional de Capacitação de Técnicos de Campo.

A assinatura ocorreu no dia 27 de abril, durante a solenidade comemorativa ao 49º aniversário da instituição de pesquisa, em Brasília.

No lançamento

O evento contou com a participação do presidente do Sistema CNA/Senar, João Martins; do presidente da Embrapa, Celso Moretti; bem como do diretor-geral do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Daniel Carrara. Além de ministros, autoridades políticas e pesquisadores.

Na opinião de João Martins, a Embrapa é, pois, uma instituição que pode contribuir muito com o produtor rural brasileiro e com outras entidades que também atuam para o desenvolvimento do setor, como o Sistema CNA/Senar.

“O Senar é uma grande instituição que, hoje, presta assistência técnica e gerencial a mais de 150 mil pequenos produtores, principalmente da agricultura familiar. Acredito que esse convênio vai abrir uma nova porta de relacionamento entre a CNA, o Senar e a Embrapa”, afirmou ele.

Capacitação de Técnicos de Campo

O Programa Nacional de Capacitação de Técnicos de Campo prevê, assim, a realização de capacitações presenciais, on-line ou semipresenciais de técnicos e instrutores de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) e a criação do Portal da Academia ATeG, onde os usuários terão acesso a todo o conteúdo elaborado e suporte no momento pós-aula para as dúvidas.

Assim, a previsão é realizar 40 capacitações, nas 20 principais cadeias produtivas da agropecuária, no formato “Conversa com Especialista”. Esse modelo de capacitação digital combina uma aula ao vivo para exposição de conteúdo e interação entre os participantes, resolução de dúvidas e aprimoramento técnico. Além disso, oferece a disponibilidade de conteúdo digital para pré-aula e pós-aula e atividades formativas.

Na visão do diretor-geral do Senar, a tecnologia na agropecuária está avançando com rapidez, mas muitos produtores rurais seguem sem utilizá-la por desconhecimento. Para ele é preciso dar escala à capacitação de técnicos e atualizar esses profissionais para fazer a transferência de tecnologia adequada no campo.

“O Programa vai tirar as pesquisas das cabeças dos pesquisadores e das prateleiras e colocar na cabeça de quem está na ponta. É uma iniciativa que não tem limite. Técnico de campo que quiser estar atualizado nas principais cadeias só não vai estar se não quiser”, disse Daniel Carrara.

Segundo ele, o Senar conta com quase cinco mil técnicos de ATeG em campo e mais cinco mil em treinamento atualmente. A meta do Programa Nacional de Capacitação de Técnicos de Campo é qualificar mil profissionais somente no primeiro ano da iniciativa.

“Serão capacitados os técnicos e instrutores do Senar, mas vamos disponibilizar a nossa plataforma para qualquer técnico da iniciativa privada ou da assistência técnica pública que queira se qualificar”, declarou Daniel Carrara.