Lockdown no Vietnã compromete oferta mundial de café
Previsão do Tempo
close
Previsão do Tempo
Lockdown no Vietnã compromete oferta mundial de café

Lockdown no Vietnã compromete oferta mundial de café

A oferta mundial de café sofre novo abalo com as rigorosas restrições contra o coronavírus impostas pelo Vietnã, o segundo maior produtor global

< 1 minuto de leitura

O Lockdown no Vietnã compromete oferta mundial de café. O governo aumentou as restrições na cidade de Ho Chi Minh, por causa do salto no número de casos de Covid-19.

De acordo com matéria da Bloomberg, publicada na Revista da Cafeicultura, o município, que é um hub de exportação, está em lockdown.

Assim, há limitações à mobilidade em importantes áreas produtoras na região das Terras Altas Centrais.

Lockdown no Vietnã e oferta café

Portanto, exportadores enfrentam dificuldades para levar os grãos até os portos. Além de outros problemas logísticos, como a grave falta de contêineres e os fretes mais caros.

Em contrapartida, associações empresariais, como a que reúne os produtores de café e cacau do país, pediram que o governo alivie as restrições. Pois, segundo essas organizações, o lockdown no Vietnã provoca atrasos e aumenta custos.

Além fazer as transportadoras pagar aos compradores por atrasos nas entregas.

Escoamento

Dessa forma, o Ministro dos Transportes, Nguyen Van The, deu ordens para que as autoridades do sul do país façam o possível para facilitar o envio de produtos agrícolas, como o café.

Segundo o ministro, os governos locais precisam evitar exigências desnecessárias e burocracia.

Alta nos preços

Como resultado, os preços globais do café dispararam em reação às ameaças cada vez maiores à oferta na América do Sul e na Ásia.

Seca e geadas destruíram cafezais no Brasil, o maior produtor global, focado na variedade arábica, de maior qualidade.

Assim, a situação climática se soma a problemas de logística no Vietnã e na Indonésia.

Após a geada quebrar a safra no Brasil, alguns torrefadores decidiram usar suprimentos mais baratos de café robusta do Vietnã.

No entanto, a forte alta dos preços e as dificuldades de embarque tornam esta opção menos atraente.