Novo estudo mostra que beber café pode ajudar na queima de calorias
Previsão do Tempo
close
Previsão do Tempo
Novo estudo mostra que beber café pode ajudar na queima de calorias

Novo estudo mostra que beber café pode ajudar na queima de calorias

Pesquisadores da Universidade de Nottingham descobriram que beber uma xícara de café pode estimular a perda de peso

< 1 minuto de leitura

Um novo estudo da Universidade de Nottingham descobriu que o café pode ajudar o corpo na queima de calorias. Portanto, auxilia na perda de peso, segundo reportagem da jornalista Rhona Shennan, publicada no site Dewsbury Reporter.

Segundo os pesquisadores, beber uma xícara de café por dia pode ajudar no emagrecimento. Isto porque, a bebida pode estimular a chamada “gordura marrom”, que queima calorias.

Assim, ainda segundo a reportagem, o estudo foi um dos primeiros a usar humanos para tentar encontrar os componentes que poderiam ter um efeito direto na função dessa gordura.

Conhecido como tecido adiposo marrom (BAT – na sigla em inglês) é um dos dois tipos de gordura encontrados em humanos e outros mamíferos.

Quando o corpo fica com frio, ativa essa gordura. Sob baixas temperaturas, a gordura marrom queima calorias para gerar calor, em um processo chamado de termogênese.

Desta forma, estudos recentes têm associado esse tipo de tecido adiposo com benefícios para a saúde, uma vez que ele ajuda a queimar calorias, diminui o índice glicêmico e previne diabetes.

Café queima calorias

A pesquisa começou com uma série de estudos com células-tronco para descobrir se a cafeína estimularia a gordura marrom. Uma vez encontrada a dose correta, foi o estudo passou para humanos para ver se os resultados eram consistentes.

O co-diretor do estudo, Professor Michael Symonds, disse as implicações potenciais dos resultados são muito grandes, visto que a obesidade é uma grande preocupação para a saúde da sociedade. “Também temos uma epidemia crescente de diabetes e a gordura marrom pode ser parte da solução para combatê-los”, disse.

Os pesquisadores, agora, investigam se os suplementos de cafeína poderiam ter um efeito.

O artigo sobre a pesquisa foi publicado primeiramente no site Edinburgh Evening News.