Países produtores importam 671 mil sacas dos Cafés do Brasil
Previsão do Tempo
close
Previsão do Tempo
Países produtores importam 671 mil sacas dos Cafés do Brasil

Países produtores importam 671 mil sacas dos Cafés do Brasil

Período é entre janeiro e maio de 2022; volume físico total de café exportado atingiu 16,62 milhões de sacas

2 minutos de leitura

O total acumulado das exportações dos Cafés do Brasil atingiu o equivalente em volume físico a 16,62 milhões de sacas de 60kg. Isso entre janeiro e maio de 2022. Dessa forma, 112 países adquiriram estas sacas, com preço médio de US$ 232,91, gerando, pois, uma receita cambial ao Brasil de US$ 3,86 bilhões.  

Em relação a esse volume físico, os cafés da espécie arábica somaram 14,46 milhões de sacas. Assim, correspondendo a 87% das exportações de café. Enquanto que os cafés da espécie robusta atingiram a soma de 639,35 mil sacas. Estas equivalem a 3,8% das vendas, totalizando assim 15,10 milhões de sacas de cafés verdes. Os quais representam em torno de 90% do adquirido pelos 112 países.

Em complemento, também foram exportados cafés solúvel, torrado e moído. Sendo, pois, 1,50 milhão de sacas de café solúvel (9%) e 16,87 mil sacas de café torrado e moído (1%).

Cafés do Brasil

Neste contexto, merece destaque o fato de que dez países produtores de cafés importarem do nosso País, no período em destaque, o equivalente a 671,25 mil sacas de 60kg. Obviamente para suprir suas demandas internas e/ou de exportações.

Assim, um ranking em ordem decrescente das seis maiores importações realizadas por esses países produtores de cafés, de janeiro a maio de 2022, revela o seguinte: na primeira posição destaca-se a Colômbia com a aquisição de 506,54 mil sacas, o que equivale a 75,5% do total exportado dos Cafés do Brasil. E, na segunda colocação, vem a República Dominicana com a compra de 60,11 mil sacas (9%); seguido do México com 47,61 mil sacas (7,1%).

De acordo com Conselho dos Exportadores de Café do Brasil – Cecafé, exclusivamente no mês de maio, as exportações brasileiras de café totalizaram 2,80 milhões de sacas de 60 kg. Volume que representa crescimento de 5,1% em relação ao mesmo mês do ano anterior.