Pesquisas da EPAMIG com café: tendências globais
Previsão do Tempo
close
Previsão do Tempo
Pesquisas da EPAMIG com café: tendências globais

Pesquisas da EPAMIG com café: tendências globais

Trabalhos da empresa com cafeicultura foram reconhecidos pela revista científica Agronomy

2 minutos de leitura

O trabalho da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG) com cafeicultura foi destaque em uma publicação internacional. O foco foram as pesquisas cafeeiras realizadas por institutos e universidades de todo o mundo.

Além disso, o texto identificou que a pesquisa em cafeicultura no Brasil cresceu de maneira exponencial nas últimas duas décadas.

Pesquisas da EPAMIG

O artigo “Global trends in coffee agronomy research” (Tendências globais em pesquisa agronômica do café, na tradução em português) foi publicado na Agronomy. Trata-se, pois, de uma das principais revistas científicas do mundo.

O texto lista a EPAMIG devido ao alto número de publicações e citações da empresa em trabalhos nacionais e internacionais.

Da EPAMIG, de acordo com o artigo, os pesquisadores mais destacados em publicações sobre café no mundo são Paulo Gontijo Guimarães e Gladyston Rodrigues Carvalho.

A publicação também lista outros pesquisadores brasileiros, bem como Rubens José Guimarães (UFLA) e Antônio Nazareno Guimarães Mendes (UFLA).

De acordo com Gladyston Carvalho, pesquisador da EPAMIG, a publicação é uma referência em diversas áreas cafeeiras do mundo. Para ele, ter o trabalho indicado como base de estudos para outras pesquisas é sinal de que a EPAMIG está no caminho certo. Em prol, assim, do desenvolvimento da produção de café mundial.  

“Esse é um reconhecimento importante para a ciência mineira e a brasileira como um todo. Isso sem contar a visibilidade para a EPAMIG, principal empresa de pesquisa agropecuária de Minas Gerais. É sempre bom quando temos nosso valor reconhecido”, celebra Gladyston Carvalho.

A publicação da revista Agronomy conta com base em dados de 1.618 registros armazenados no Journal Citation Reports (JCR) e na Web of Science: Emerging Sources Citation Index (ESCI. A publicação do conjunto de artigos de alta citação e de grande impacto considerado no estudo ocorreu, pois, entre os anos de 1986 e 2015.

Cafeicultura da EPAMIG

O Programa Estadual de Pesquisa (PEP) em cafeicultura da EPAMIG tem como objetivos gerar bem como adaptar tecnologias para a ampliação e o desenvolvimento do café. Isto em Minas Gerais.

A EPAMIG é responsável pelo lançamento de 16 cultivares de café no mercado nacional, a maioria resistente à ferrugem, principal doença dos parques cafeeiros. Destaque para a cultivar Catiguá MG 2, resistente, produtiva e de excelente qualidade de bebida já reconhecida em concursos nacionais e internacionais.

A EPAMIG é uma empresa vinculada à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa)