Produção de café arábica na Colômbia caiu 16% em agosto
Previsão do Tempo
close
Previsão do Tempo
Produção de café arábica na Colômbia caiu 16% em agosto

Produção de café arábica na Colômbia caiu 16% em agosto

Dados da Federação Nacional dos Cafeicultores mostra que produção no país recuou

2 minutos de leitura

A produção de café arábica na Colômbia caiu 16% no mês de agosto. Os dados são da Federação Nacional dos Cafeicultores (FNC).

A Colômbia é o segundo maior produtor de café tipo arábica do mundo.

Segundo matéria do portal Notícias Agrícolas, a produção de agosto foi de 915.000 sacas de 60 kg de café verde, ou seja, 16% menos do que 1,1 milhão de sacas registradas em agosto de 2020.

No acumulado do ano (janeiro-agosto), a produção de café ultrapassa 7,8 milhões de sacas. Assim, mostra queda de 8% em relação às mais de 8,5 milhões de sacas produzidas no mesmo período anterior.

Produção de café arábica na Colômbia

Nos últimos 12 meses (setembro de 2020 a agosto de 2021), a produção caiu 7%, para quase 13,2 milhões de sacas de café arábica, das 14,2 milhões de sacas produzidas um ano antes.

“E até agora (outubro de 2020 a agosto de 2021), a produção registrou quase 12,2 milhões de sacas. Portanto, 7% a menos em relação às 13,1 milhões de sacas do mesmo período anterior”, diz a FNC.

Ainda segundo a federação, o comportamento da produção deve-se, principalmente, a problemas logísticos para exportação de café. Isso em função dos problemas de ordem pública ocorridos em maio e junho.

Exportação

Por outro lado, ainda de acordo com o Notícias Agrícolas, a exportação da Colômbia se recupera. Porém, com passos lentos após a paralisação entre abril e maio deste ano.

A FNC diz que, no acumulado no ano, houve crescimento de 1% para quase 8,1 milhões de sacas de 60 kg de café verde, das 8 milhões exportadas por ano mais cedo.

“Bloqueios de estradas e portos impediram o escoamento de café, principalmente em Buenaventura, com o consequente represamento, que até agora está voltando ao normal.”

Em agosto, as exportações de café permaneceram praticamente estáveis, em 1,1 milhão de sacas em relação a agosto de 2020.

No atual ano cafeeiro (outubro de 2020 a agosto de 2021), caíram 1%, para 11,7 milhões de sacas, dos quase 11,8 milhões vendidos no exterior no mesmo período anterior.

E nos últimos 12 meses (setembro de 2020 a agosto de 2021), as exportações de café foram de 12,6 milhões de sacas de 60 kg, 1% a menos em comparação com as quase 12,8 milhões de sacas exportadas um ano antes.