Projeto “Donas do Café” celebra Dia Internacional das Mulheres
Previsão do Tempo
close
Previsão do Tempo
Projeto “Donas do Café” celebra Dia Internacional das Mulheres

Projeto “Donas do Café” celebra Dia Internacional das Mulheres

Cafeicultoras da Cooxupé mostram a representatividade feminina no mundo dos cafés especiais

2 minutos de leitura

08 de março. No Dia Internacional das Mulheres, a cafeicultura é um setor que também demonstra o potencial, bem como a representatividade do papel feminino.

A Cooxupé e a SMC Specialty Coffees deram vida ao projeto “Donas do Café”. Isto porque para fazer a diferença na vida das mulheres cafeicultoras, além de enaltecer e valorizar o trabalho de cada uma delas, no universo dos cafés especiais.  

O projeto

O “Donas do Café” leva, assim, informação e capacitação para as cooperadas e parceiras de ambas as empresas. Agregando, pois, no crescimento profissional delas. Além disso, leva cada vez mais conhecimento sobre o mercado de cafés especiais.  

Lançamento

O trabalho produzido nas lavouras tem a exportação como destino. Assim como o varejo brasileiro. Em princípio, em 2021, o “Donas do Café” lançou o café Prima Qualità, cultivado só por mulheres. As versões foram Moído e Drip Coffee.

Ainda em março de 2022, celebrando o papel da mulher na cafeicultura, o projeto lançará mais uma edição do Prima Qualità. Trata-se de uma seleção dos melhores lotes originados do Programa Donas da Café. Assim, homenageia as produtoras e a força da mulher no campo. Além disso, evidencia o melhor desses cafés produzidos por mãos femininas.

Dia Internacional das Mulheres

Adriana Stivanin, cooperada que integra o Projeto, acompanha a gestão da propriedade de maneira geral. Mas, trabalha mais ativamente no planejamento da colheita e pós-colheita. “Não há jeito de mexer com o café sem o envolvimento emocional. Além de fornecer energia, o café alimenta muitos lares de várias maneiras. Com o projeto, a mulher se torna protagonista da sua própria história”, destaca.  

A produtora Ciomara Carvalho toma conta de todo o processo com o café a partir do momento em que sai da lavoura. “Para mim é uma grande alegria. Café é carinho, é cuidado”, atribui.  

A cooperada Andrea Rangel também lembra que é no terreiro onde acontece o processo mais minucioso, cuidadoso, detalhista. “O projeto reconhece todo nosso trabalho, agregando valor à nossa atividade. Para todas as mulheres, especialmente as cafeicultoras, um Feliz Dia Internacional das Mulheres”, conclui.  

Confira o vídeo: