Safra de café tem crescimento de 4,3%, segundo IBGE
Previsão do Tempo
close
Previsão do Tempo
Safra de café tem crescimento de 4,3%, segundo IBGE

Safra de café tem crescimento de 4,3%, segundo IBGE

Estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística considera a produção de arábica e canephora em 2021

< 1 minuto de leitura

Safra de café: números do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que a estimativa da produção brasileira de café para 2021, considerando-se as duas espécies, arábica e canephora, foi de 2,9 milhões de toneladas, crescimento de 4,3% em relação ao mês anterior e decréscimo de 21,0% em relação ao ano anterior. A área plantada apresenta declínio de 3,2% e a área a ser colhida redução de 3,4% no ano.

Safra de café: arábica e conilon

De acordo com o site Agrolink, a produção estimada para o café arábica foi de 2,0 milhões de toneladas, crescimento de 6,0% em relação ao mês anterior, e declínio de 29,3% em relação ao ano anterior. Em 2021, a safra de café arábica é de bienalidade negativa, o que deve resultar em uma retração expressiva da produção. Minas Gerais é o maior produtor, devendo responder, em 2021, por 69,8% da produção brasileira com sua colheita estimada em 1,4 milhão de toneladas –crescimento de 7,9% em relação ao mês anterior, mas declínio de 30,9% em relação a 2020.

Já para a espécie canephora ou conillon, a estimativa da produção foi de 919,8 mil toneladas, crescimentos de 0,9% em relação ao mês anterior, e de 6,3% em relação à 2020. No Espírito Santo, maior produtor brasileiro, com cerca de 67,6% da produção total em 2021, a estimativa encontra-se em 621,3 mil toneladas, com crescimento de 10,6% em relação ao ano anterior, e, na Bahia, a avaliação da produção foi de 126,2 mil toneladas, com declínio de 0,5% em relação à produção obtida em 2020.