Saiba mais sobre a doença Ferrugem que acomete as plantas do cafeeiro
Previsão do Tempo
close
Previsão do Tempo
Saiba mais sobre a ferrugem que acomete as plantas do cafeeiro

Saiba mais sobre a ferrugem que acomete as plantas do cafeeiro

Sintomas apresentam manchas alaranjadas nas folhas e esporos embaixo delas; Sistema de Aviso de Doenças é grande aliado dos produtores

2 minutos de leitura

A ferrugem é uma doença que acomete as plantas do cafeeiro e causa prejuízos ao produtor. É necessário estar atento aos sinais e condições climáticas para sua ocorrência. Além disso, fazer o manejo correto e o mais precoce possível.

O vídeo do Cooxupé em Foco “Controle de Ferrugem” traz dicas para combater a doença do cafeeiro.

Na maioria dos casos, os sintomas começam a aparecer em dezembro. Assim como, as condições favoráveis para o seu desenvolvimento vão até abril/maio, dependendo das chuvas.

Sintomas

São manchas alaranjadas nas folhas e também esporos na parte debaixo delas. Um ponto importante a ser lembrado é que só é possível enxergar os sintomas da ferrugem quando ela já causou prejuízos à planta.

“Então, se não fizer um bom controle da doença, acarretará em alguns fatores que atrapalharão na produtividade do café”, afirma Pedro Menegon. Ele é profissional do Desenvolvimento Técnico da Cooxupé.

Cuidados

De acordo com ele, os cuidados que devem ser tomados são: observar a lavoura e tentar fazer o preventivo para que não espere chegar a ferrugem.

“Quando consegue achar um ponto de ferrugem na folha é porque ela já está bem instalada na planta”, explica Menegon.

Por isso, em casos da doença já instalada deve-se intercalar produtos químicos e biológicos para o controle efetivo da ferrugem.

“Hoje em dia trabalhamos com dois métodos no combate à ferrugem: o químico e o biológico. No caso do biológico, podemos trabalhar com ele fazendo uma prevenção, o que é muito bom, pois ele vai ter diversas atuações nas fases e vai ajudar também a quebrar a ferrugem mais rápido, já que tem os lipopeptídeos, que quebram a parede celular da ferrugem”, orienta Menegon.

Segundo ele, atualmente este é um método muito usado, pois é fácil e pode fazer aplicação em um dia e já dar entrada na lavoura no outro para fazer uma nova aplicação ou mesmo a colheita.

Sistema de Aviso de Doenças

Para a realização da aplicação antes que a doença cause prejuízos à planta, a Cooxupé, a Ihara e a UFLA (Universidade Federal de Lavras) desenvolveram o SAD (Sistema de Aviso de Doenças), que avisa quando as condições para a ferrugem estão favoráveis em determinada região.

Esta ferramenta permite que o produtor e o técnico sejam mais assertivos nas aplicações, otimizando o uso de defensivos e fazendo com que a planta sofra menos com os danos da ferrugem.

Atualmente, o sistema está emitindo alerta vermelho na maioria das regiões. Então, é importante que os produtores e técnicos estejam atentos. Gostou do conteúdo? Então, confira o vídeo do Cooxupé em Foco sobre o tema: