Tecnologia incentiva o avanço do Home Office no campo
Previsão do Tempo
close
Previsão do Tempo
Tecnologia incentiva o avanço do Home Office no campo

Tecnologia incentiva o avanço do Home Office no campo

Nova modalidade de trabalho no agronegócio é possível com o avanço tecnológico, mas legislação continua como ponto de atenção aos empresários

< 1 minuto de leitura

O trabalho rural ganha nova configuração com o avanço da tecnologia. Nesse sentido, o home office no campo já é uma realidade.

A internet monitora a produção à distância, por meio de programas cada vez mais sofisticados e personalizados.

Assim, o meio rural tem uma nova cultura: a do trabalho à distância.

Home Office no campo

Porém, de acordo com a reportagem Revista Cafeicultura, é preciso atenção dos empresários para evitar questões trabalhistas no futuro.

O advogado George Augusto Mendes explicou que a lei não obriga a empresa a fazer o controle de horários e de pagamento das horas extras.

Por outro lado, a lei também prevê padrões mínimos para esse tipo de contratação. Razão pela qual é importante uma assessoria jurídica.

Pandemia

À reportagem, o advogado disse ainda que, na pandemia, vários produtores rurais adotaram a digital. Assim, reavaliaram processos, com a contratação de mão de obra à distância.

Como resultado, as novas formas de conexão digital de máquinas e equipamentos na agricultura diminuem a prestação de serviço 100% presencial.

Agora, tanto o monitoramento via sensores, como o crescente uso nas lavouras de drones dos são as provas desse movimento.

Assim, o diagnóstico técnico das imagens capturadas e dos dados obtidos pode ser feito de longe.

Resultados

Mendes diz, ainda, que o monitoramento de lavouras e rebanhos em tempo real ajuda o empresário rural a evitar riscos. Além de aumentar o total de informações sobre sua propriedade.

O uso da tecnologia no agronegócio ganhou impulso no fim de 2017. Foi nesse ano que o Governo Federal lançou o Plano Nacional de Internet das Coisas.

Avanços

Esse plano busca acelerar a internet das coisas (IoT) nas áreas de: cidades inteligentes, saúde, agricultura e indústria.

Desde então, houve avanço das tecnologias no agro. Acesse aqui a reportagem completa.