Você sabe como acontece a produção de mudas?
Previsão do Tempo
close
Previsão do Tempo
Você sabe como acontece a produção de mudas?

Você sabe como acontece a produção de mudas?

Departamento de Qualidade e Meio Ambiente da Cooxupé apresenta as etapas do processo produtivo do viveiro gerenciado pela cooperativa

3 minutos de leitura

Você já parou para pensar como é o processo de produção de mudas? A importância de preservação de bens naturais aumenta a cada ano por causa da degradação desses recursos no meio ambiente por conta de efeitos das mudanças climáticas.

Assim, a demanda por reflorestamento e recuperação de áreas prejudicadas aumenta. Portanto, a produção de mudas de espécies nativas é essencial.

Viveiros

Em primeiro lugar, é preciso entender o que são os viveiros. Os viveiros são locais onde ocorrem os processos de germinação e crescimento de várias espécies de plantas.

Dessa forma, a procura pelas mudas nos viveiros acontece tanto para valorização das espécies quanto pela recuperação de Áreas de Reserva Legal (RL) e de Preservação Permanente (APP).

Produção de mudas

Nesse sentido, a Cooxupé criou o NEA (Núcleo de Educação Ambiental), para estimular a educação para o meio ambiente na população.

Por isso, o núcleo possui, também, um viveiro para produção de mudas. São espécies nativas do cerrado e mata atlântica. Elas são destinadas aos cooperados da Cooxupé.

Conheça as etapas de produção do viveiro do NEA

1. Coleta das sementes

A equipe técnica do NEA coleta as sementes. O grupo vai a campo a cada 15 dias. Além disso, parceiros e cooperados também fazem doações.

A seleção das sementes acontece de acordo com a demanda e variedade das espécies.

Ida a campo para a coleta de sementes

2. Beneficiamento

A manipulação das sementes e frutos é feita segundo o perfil de cada espécie. Assim, são extraídas as sementes dos frutos. Logo depois, secadas, separadas e armazenadas para uso posterior.

Estudo e separação das sementes

3. Semeadura

Etapa em que acontece a germinação da semente. Para isso, a equipe técnica a dispõe na sementeira, enterrando-a ou colocando-a sobre o substrato.

Existe ou não a necessidade de luz para a germinação adequada, conforme cada espécie.

Ainda nessa etapa, as sementes que não germinaram e/ou estiverem contaminadas por patógenos são descartadas.

Sementeira localizada ao lado do viveiro onde ocorre o processo de germinação das sementes

4. Repicagem e desenvolvimento

Por fim, as mudas formadas, pelo processo anterior, são transportadas para os tubetes (repicagem). Assim, continua o processo de crescimento da planta até atingir as condições ideais para a doação.

Local onde as mudas irão se desenvolver no viveiro

Doação de mudas

Reginaldo Gomes Ferreira, encarregado do NEA, cuida das doações aos cooperados, de acordo com a finalidade e o perfil de cada local.

O Núcleo de Educação Ambiental fornece cerca de 40 mil mudas no ano, além de ter mais de 100 espécies de plantas no viveiro.

O NEA também doa mudas para programas ambientais da cooperativa, como o Minas D’água.

Plantio de mudas em área degradada